| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Work with all your cloud files (Drive, Dropbox, and Slack and Gmail attachments) and documents (Google Docs, Sheets, and Notion) in one place. Try Dokkio (from the makers of PBworks) for free. Now available on the web, Mac, Windows, and as a Chrome extension!

View
 

CAPITULO I: PARTE FILOSÓFICA DE MANDOMBE

Page history last edited by leigomesmandombe@gmail.com 1 year, 4 months ago

 

 PARTE 1  SISTEMA DE PENSAMENTO MANDOMBE COMO BASE DO RENASCIMENTO AFRICANO MODERNO 
CAPÍTULO 1 

Contexto de  surgimento de Mandombe 

   
Motivação e Saudações

Olá, sou o Professor Bitombokele Lei Gomes Lunguani, especialista de Mandombe, há 23 anos. Fui formado na Universidade Simon Kimbangu, onde fui um dos primeiros discípulos do Doutor  Wabeladio Payi David(o Pai de Mandombe.)

 

A minha  declaração de compromisso para o desenvolvimento da identidade cultural e científica de africanos e afrodescendentes.

  Estou totalmente comprometido com o Projecto Mandombe, porque estou convencido de que o desenvolvimento da África depende necessariamente do desenvolvimento da identidade cultural e científica dos africanos.

E o Mandombe é este instrumento essencial para enfrentar esse desafio.

 

Sejam bem vindos ao programa do estudo de Mandombe

 

Com essa formação a Universidade Mandombe pretende vos dar a oportunidade de  se tornar também  um especialista em Mandombe,  seja que for o seu nível de estudo.

 O mais importante neste curso é o desenvolvimento da nossa consciência para aceitarmos o que cada um de nós é na realidade afim de  melhor contribuir no crescimento da Visão Nobre do Equilíbrio Racial e  do desenvolvimento das faculdades superiores do ser humano usando uma nova ferramenta cultural, científica e tecnológica que é o Mandombe

 

Hoje, o nosso curso será baseado sobre o contexto do surgimento de Mandombe.

Em que circunstâncias ou ambiente nasceu o Mandombe?

 

Assim, o assunto da nossa aula de hoje é intitulado: ESTUDO DA RESTAURAÇÃO SOCIAL

 

DESEJO LHE UM BOM ESTUDO !

  

LIÇÃO 1 

Assunto: Estudo da restauração social 

Qualquer restauração social seja que for, é sempre a consequência do desejo natural de conquistar o bem-estar espiritual, material e social. O bem-estar de um ser humano é definido pela liberdade de sua alma e pela dignidade de sua personalidade, sendo um ser humano. O Doutor Martin Luther King expressou esse desejo natural com estas palavras: “Os oprimidos não podem permanecer indefinidamente oprimidos. O desejo pela liberdade sempre acaba se manifestando… ”. 

 

VÍDEO 1 
Exercicios

Recapitulação

Responda as seguintes perguntas por escrito no campo comentarios abaixo

1- Na sua opinião,  o que é uma restauração social?

2- O que é que leva uma comunidade em engajar-se no processo da restauração social?

3- O que é que significa o seguinte  conceito: o desejo natural de conquistar o bem-estar espiritual, material e social?

4- O que é que caracteriza o Bem estar de um ser humano

5-O que é que representa para si a liberdade da Alma e a dignidade da personalidade?

6- Qual é a expressão que o Dr. Martin Luther King usou para exprimir o conceito do desejo natural da conquista do bem estar espiritual, material e social? 

Investigação

1-Crie um catalogo de imagens que expressam a crise 

antropológica africana

2-Qual é a sua impressão e a sua opinião sobre o análise sintético da situação africana que Mandombe University   empreendeu  e apresentou nessa aula?

 A sua opinião é muito importante e deve ser por escrito para o enriquecimento do conteúdo desta disciplina.

 

 

FIM DA LIÇÃO 2

Desejo vos um bom estudo até aproxima lição

 

 

 

 
PARTE I SISTEMA DE PENSAMENTO MANDOMBE COMO BASE DO RENASCIMENTO AFRICANO MODERNO
CAPÍTULO I Contexto de  surgimento de Mandombe 
Motivação e Saudações

Olá, sou o Professor Bitombokele Lei Gomes Lunguani, especialista de Mandombe, há 23 anos. Fui formado na Universidade Simon Kimbangu, onde fui um dos primeiros discípulos do Doutor  Wabeladio Payi David(o Pai de Mandombe.)

 

A minha  declaração de compromisso para o desenvolvimento da identidade cultural e científica de africanos e afrodescendentes.

  Estou totalmente comprometido com o Projecto Mandombe, porque estou convencido de que o desenvolvimento da África depende necessariamente do desenvolvimento da identidade cultural e científica dos africanos.

E o Mandombe é este instrumento essencial para enfrentar esse desafio.

 

Sejam bem vindos ao programa do estudo de Mandombe

 

Com essa formação a Universidade Mandombe pretende vos dar a oportunidade de  se tornar também  um especialista em Mandombe,  seja que for o seu nível de estudo.

 O mais importante neste curso é o desenvolvimento da nossa consciência para aceitarmos o que cada um de nós é na realidade afim de  melhor contribuir no crescimento da Visão Nobre do Equilíbrio Racial e  do desenvolvimento das faculdades superiores do ser humano usando uma nova ferramenta cultural, científica e tecnológica que é o Mandombe

 

Hoje, o nosso curso será baseado sobre o contexto do surgimento de Mandombe.

Em que circunstâncias ou ambiente nasceu o Mandombe?

 

Assim, o assunto da nossa aula de hoje é intitulado: REFERÊNCIA HISTÓRICA DA GLORIA E QUEDA DO HOMEM NEGRO

 

DESEJO LHE UM BOM ESTUDO !

Lição 2

Assunto:  Referência histórica da gloria e queda do Homem Negro no tempo e no espaço

 

Baseando-se na autoridade da história da Humanidade na perspectiva de Heródoto e Cheik Anta Diop, fica claro entender que o período de 525 aC a 639 dC é a fase da queda  da Antiga Civilização Egípcia Negro-Africana. Essa decadência caracterizada por uma sucessão de quatro invasões principais da famosa civilização egípcia estigmatizou o obscurantismo do mundo negro:

- Em -525 A conquista do Egipto pelo rei dos persas: Cambises II

- Em -302 A conquista do Egipto por Alexandre, o Grande

- Em 31 A conquista do Egipto pelos romanos

- Em 639, a invasão do Egipto pelos árabes

 

Assim, essa desintegração social teve várias consequências para os Afros. Todas essas consequências podem ser resumidas em uma palavra-chave: a Crise.

Nesta perspectiva, nosso curso de hoje será baseado na apresentação de dois tipos de Crise que roem e destroem um Afro lentamente as vezes sem se aperceber

 

VIDEO 2     
Exercícios

Recapitulação

1-Quais são as autoridades principais que representam a autoridade da historia do continente africano?

2-Qual é o mérito e a particularidade de cada autoridade?

3-O que é que caracteriza o periodo da gloria da Àfrica Negra? 

4-O que é que caracteriza o periodo  da queda do mundo Negro?

5-Quais são as quatro invasões que levaram o Negro na queda da Antiga Civilização Egipcia Negra?

6-Qual é a consequência causada pela desintegração social da Antiga Civilização Egípcia

 
Investigação cientifica 

1-Pesquise sobre as quatro autoridades da historia de Africa e conceba a biografia deles.

2-Pesquise sobre outros pensadores que acha que são tambem  autoridades da historia de Africa.

 

FIM DA LIÇÃO 2

Desejo vos um bom estudo até aproxima lição

 

   
PARTE I SISTEMA DE PENSAMENTO MANDOMBE COMO BASE DO RENASCIMENTO AFRICANO MODERNO
CAPÍTULO I Contexto do  surgimento do Mandombe
 

Olá, sou o Professor Bitombokele Lei Gomes Lunguani, especialista de Mandombe, há 23 anos. Fui formado na Universidade Simon Kimbangu, onde fui um dos primeiros discípulos do Doutor  Wabeladio Payi David(o Pai de Mandombe.)

 

A minha  declaração de compromisso para o desenvolvimento da identidade cultural e científica de africanos e afrodescendentes.

  Estou totalmente comprometido com o Projecto Mandombe, porque estou convencido de que o desenvolvimento da África depende necessariamente do desenvolvimento da identidade cultural e científica dos africanos.

E o Mandombe é este instrumento essencial para enfrentar esse desafio.

 

Sejam bem vindos ao programa do estudo de Mandombe

 

Com essa formação a Universidade Mandombe pretende vos dar a oportunidade de  se tornar também  um especialista em Mandombe,  seja que for o seu nível de estudo.

 O mais importante neste curso é o desenvolvimento da nossa consciência para aceitarmos o que cada um de nós é na realidade afim de  melhor contribuir no crescimento da Visão Nobre do Equilíbrio Racial e  do desenvolvimento das faculdades superiores do ser humano usando uma nova ferramenta cultural, científica e tecnológica que é o Mandombe

 

Hoje, o nosso curso será baseado sobre o contexto do surgimento de Mandombe.

Em que circunstâncias ou ambiente nasceu o Mandombe?

 

Assim, o assunto da nossa aula  é intitulado: 

 

DESEJO LHE UM BOM ESTUDO !

VIDEOS Nº 3  
LIÇÃO Nº 3 Assunto:  ESTUDO DO CONCEITO CRISE NO CONTEXTO AFRICANO
EXERCÍCIOS

 

Recapitulação

 

INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA

 

FIM DA LIÇÃO 3

Desejo vos um bom estudo até à proxima lição

 

  

 

 

 

Comments (9)

Fernando H. Aurora (Nkobo a Nkobo) said

at 9:23 pm on Jun 22, 2020

A vídeo aula no.1 é um bom sumário da lição no.1. Proporciona de forma sintética a essência do conceito de Restauração Social e o que impulsiona a apetência natural da Restauração Social. A conquista do bem-estar espiritual, material e social é um desejo natural. Quando este desejo natural é satisfeito, o resultado é a liberdade da alma e a dignidade da personalidade envolvida nesta conquista.
O caso da China, que iniciou o seu movimento de Restauração Social em 1963, deve servir de inspiração para os africanos e afro-descendentes. A dispersão etno-cultural e geográfica dos africanos e afro-descendentes é um factor que pode tornar a Restauração Social africana um objectivo mais difícil a atingir, por criar maiores dificuldades de coordenação de actividades. Uma estratégia possível a empregar é a de focalizar estes conceitos de Restauração Social Africana nas camadas mais jovens, ou para ser mais específico, nas crianças. Isto evitaria que elas fossem moldadas a maneira de pensar que hoje prevalece é iria desperta-las aos valores africanos que se pretende restaurar.

Educasat said

at 9:34 am on Jun 23, 2020

Excelente Comentário

Yelessa said

at 9:53 am on Jun 23, 2020

Je partage totalement votre point de vue.
Mais aujourd'hui nous jeune kimbanguiste de la diaspora sommes confronté à une difficulté lié à la séparation de l'église. Nous essayons de nous organiser en réseau, afin d'entreprendre, parrainer ou encore promouvoir des projets afin de nous inscrire sur un partenariat à long terme. Mais comment faire, quel discours apporter aux plus récalcitrants qui pensent qu'il est impossible de rapprocher les 3=1 et les 26=1. Nous sommes le problème et la solution en même temps.

Educasat said

at 10:08 am on Jun 23, 2020

Je vais donner ma vision. J'ai eu accès à Mandombe en 2015 lorsque j'ai reçu le professeur Bitombokele au Brésil. J'ai produit le documentaire Simon Kimbangu Part I et enregistré une première série de vidéos Mandombe, toujours au Brésil. À mon avis, le message de Papa Simon Kimbangu est très clair et pour toute l'humanité. Si c'est 3 = 1 ou 26 = 1, ce qui est présent dans les deux est 1, d'unité. L'évolution de Mandombe en général ne peut être limitée. C'est venu pour tout le monde. Amour, commandement et travail. À mon avis, WORK a fait défaut. Avec WORK, 3 = 1 ou 26 = 1 n'est plus la note d'identification.

Yelessa said

at 12:54 am on Jun 24, 2020

Merci professeur vous venez de me donnez des arguments dans l'avancement de nos projets.

Luzolo Lungoji said

at 8:36 pm on Jul 12, 2020

É bastante impressionante conhecer de forma profunda e suscinta sobre a origem do homem africano negro, este que é há muito desvalorizado e tido como segunda opção quanto ao conhecimento. O processo de restauração social deveria pois, ser inserido no sistema educativo, desde a base, assim teríamos desde cedo crescido não racistas da nossa própria cultura e identidade como africanos. Grata estou por beber de Taís conhecimentos.

Educasat said

at 10:24 am on Jul 14, 2020

Profundo filha.

leigomesmandombe@gmail.com said

at 9:47 am on Jul 14, 2020

Mana Luzolo, bom dia. obrigado pela sua intervenção. Na realidade o sistema do Ensino em Africa foi concebido para não despertar a auto estima dos africanos. É a continuidade do paradigma ou o sistema de pensamento de dominação da colonização. É por isso, cada africano ou africana deve a sumir a sua responsabilidade de se descolonizar pessoalmente. É um grande desafio que exige muito esforço pessoal. Com a Mandombe University, vamos ajudar os governos africanos em formar intelectuais africanos com uma visão do Renascimento Africano moderno. Mana Luzolo contamos consigo. bom estudo. Qualquer duvida, pode se pronunciar para melhor interacção.

Educasat said

at 10:24 am on Jul 14, 2020

Bela responsta Bitombokele.

You don't have permission to comment on this page.